[1 de Outubro de 2022]

Realizou-se a 27 de setembro a segunda edição da iniciativa Clube de Jornalistas 25_40_50, no âmbito dos 50 anos das comemorações do 25 de Abril e dos 40 anos do Clube de Jornalistas, em parceria com a Agência Lusa e a Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, com o patrocínio da Associação Mutualista Montepio e o apoio da Comissão comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril.

Depois da primeira entrevista de António Costa após a sua reeleição, foi a vez de Tiago Rodrigues, encenador de 45 anos, antigo diretor do Teatro Nacional D. Maria II, conceder a primeira entrevista à imprensa portuguesa como diretor do Festival de Avignon. Tal como na edição anterior, a entrevista foi conduzida por cinco gerações de jornalistas. Foram eles José Carlos de Vasconcelos (Jornal de Letras), Francisco Sena Santos, Maria Augusta Gonçalves (Lusa), Maria João Costa (Rádio Renascença) e Miguel Franco de Andrade (SIC), com moderação de Daniel Belo (Antena3). Ler artigo

Notícias »

Dez coisas que deve saber sobre Inteligência Artificial no jornalismo
[3 de Outubro de 2022]

Mattia Peretti, responsável por um projeto de investigação e formação no think tank internacional de jornalismo da London School of Economics, partilhou 10 pontos essenciais que os repórteres devem saber sobre IA no jornalismo – por exemplo, como pode ajudar os media, por que razão entende que devemos parar de chamá-la de IA e a necessidade de responsabilizar pessoas e sistemas quando for usada de forma irresponsável.

Ler mais…

Notícias »

João Bonzinho é o novo diretor de ‘A Bola’
[2 de Outubro de 2022]

“A Bola”, diário desportivo dirigido há três décadas por Vítor Serpa, passou a ter como diretor João Bonzinho, até aqui diretor de informação de ‘A Bola TV’. A passagem de testemunho estaria a ser preparada há cinco anos, altura em que Vítor Serpa terá decidido deixar a direção do título, como o próprio conta no editorial desta sexta-feira.

Ler mais…

Notícias »

Afrolis e Jornal de Guimarães vão receber apoio da Google News Initiative
[2 de Outubro de 2022]

Os meios de comunicação social portugueses Afrolis e Jornal de Guimarães venceram o programa Desafio de Inovação da Google News Initiative (GNI). O programa premiou 47 empresas de 21 países, tendo sido registados 605 candidatos de 38 países da Europa, Médio Oriente e África.

Segundo explicou à Lusa a diretora-geral de news partnership para a região EMEA da Google, Sulina Connal, a Afrolis está a construir “uma rede social que investiga narrativas estereotipadas sobre a racialização da mulher e a forma como isso é usado, contrastando com as histórias produzidas por essas mesmas mulheres”. Desta forma, “as mulheres que foram racializadas podem mostrar o seu trabalho, arte e capacidades através dos artigos e podcasts” que são produzidas por elas.

Já o Jornal de Guimarães, um projeto online criado em 2020, vai desenvolver uma secção de notícias que visa aproximar duas gerações diferentes – jovens e idosos –, acrescentando também um elemento de ‘gamificação’ para mantê-los envolvidos. A sua implementação envolve uma escola local e um centro ocupacional para reformados.

Notícias »

Concentração dos media em França é “preocupante”
[2 de Outubro de 2022]

A concentração e financiarisação (*) dos media em França é o tema da revista trimestral de ACRIMED, observatório dos media franceses. A equipa da ACRIMED considera a situação «preocupante» e afirma na introdução:

“A voracidade de Vincent Bolloré para expandir o seu império ofuscou os outros movimentos de concentração que afetaram o cenário dos media (e o mundo editorial) nos últimos meses, começando com o projeto (abortado) de fusão TF1-M6. Perante a gula dos bilionários, o Senado criou uma comissão de inquérito destinada a ‘lançar luz sobre os processos que permitiram ou podem conduzir a uma concentração dos meios de comunicação social em França, e avaliar […] o impacto desta na democracia’. Infelizmente, cinco meses depois, apesar de numerosas audições – incluindo as da ACRIMED e de proprietários de media – o relatório da comissão do Senado revelou-se muito débil.”

(*) = termo usado para definir a apropriação dos media pelo capital financeiro

Ler mais…

Notícias »

Prémio Vicente Jorge Silva
[30 de Setembro de 2022]

Último dia! O prazo de candidaturas para a 2.ª edição do Prémio Vicente Jorge Silva termina hoje às 23h59 e é a derradeira oportunidade para partilhar a sua história. Esta iniciativa da INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda, em parceria com o Clube de Jornalistas, celebra o jornalismo, a investigação e a verdade como pilares de uma sociedade mais informada, participativa e democrática. Este prémio, que conta agora com a sua 2.ª edição, atribui anualmente uma bolsa para investigação jornalística no valor de 5.000 euros. Saiba tudo e submeta a sua candidatura online em premiovicentejorgesilva.pt.

Notícias »

É preciso ensinar estudantes jornalistas sobre assédio no trabalho
[28 de Setembro de 2022]

Uma grande parte do ensino de jornalismo é enviar alunos para a comunidade para realizar entrevistas, tirar fotos e praticar as suas aptidões. Esse tipo de tarefas do mundo real têm benefícios claros para jornalistas estagiários e, em muitos casos, para ecossistemas de informação locais. Mas o trabalho de campo também traz riscos. Nos Estados Unidos, os professores de jornalismo têm lidado com isso nos últimos anos, à medida que os estudantes de jornalismo se tornam mais expressivos sobre as ameaças, intimidações e outras formas de assédio que enfrentam.

Ler mais…

Notícias »

Últimos dias para concorrer ao Prémio Vicente Jorge Silva
[28 de Setembro de 2022]

Acreditamos que a verdade e a excelência do jornalismo devem ser celebradas todos os dias. Por isso lançámos a 2.ª edição do Prémio Vicente Jorge Silva, uma iniciativa e uma homenagem da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, em parceria com o Clube de Jornalistas, e que entra agora na reta final.

Faltam 3 dias! Podem concorrer jornalistas, qualquer que seja a sua nacionalidade, desde que titulares de Carteira Profissional, de Cartão equiparado a jornalista, de Cartão de correspondente estrangeiro ou de Título Provisório de Estagiário em Portugal. Cada profissional pode apresentar até dois trabalhos, como autor ou como coautor.

Apresente já a sua candidatura em premiovicentejorgesilva.pt e candidate-se a receber uma bolsa para investigação jornalística no valor de 5.000 euros.

Notícias »

Clube de Jornalistas 25_40_50 | Entrevista ao encenador Tiago Rodrigues (c/vídeo)
[27 de Setembro de 2022]

O encenador Tiago Rodrigues apelou hoje, em entrevista ao Clube de Jornalistas, a uma mudança de visão política, um “pacto de regime”, de investimento na criação artística, alertando que, “a prazo, vai ser a asfixia total” do setor cultural.

“Estamos tão longe, tão atrasados historicamente, que é preciso uma decisão por um ano, uma legislatura, que a Cultura e as Artes fossem uma prioridade política. O que faz falta – além de animar a malta – é mudar a realidade absolutamente ridícula daquilo que é o investimento do Estado na criação artística. Enquanto a realidade não mudar todas as ótimas ideias vão falhar”.

O encenador e dramaturgo português respondia assim a uma pergunta sobre o que falta no teatro em Portugal, numa entrevista em Lisboa, promovida pelo Clube de Jornalistas, em parceria com a agência Lusa e a Escola Superior de Comunicação Social, com o patrocínio da Associação Mutualista Montepio e o apoio da Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril, no âmbito dos 50 anos das comemorações do 25 de Abril e dos 40 anos do Clube de Jornalistas.

Tal como na edição anterior, com uma entrevista ao primeiro-ministro António Costa, cinco gerações de jornalistas colocaram 25 perguntas a Tiago Rodrigues. Foram eles José Carlos de Vasconcelos (Jornal de Letras), Francisco Sena Santos, Maria Augusta Gonçalves (Lusa), Maria João Costa (Rádio Renascença) e Miguel Franco de Andrade (SIC), conduzidos por Daniel Belo (Antena3).

Ler mais…

Notícias »

Saragoça recebe Congresso Mundial de Jornalismo de 28 a 30 de setembro
[26 de Setembro de 2022]

A Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-IFRA) promove, de 28 a 30 de setembro, em Saragoça, Espanha, o seu 73º Congresso Mundial de Jornalismo. Entre os cerca de 1000 congressistas de 75 países estão os mais importantes diretores de jornais e administradores de grupos de comunicação social. De Portugal, segundo a organização, estão inscritos 20 participantes.

As estratégias para reaproximar o público do jornalismo profissional, os novos modelos de negócio e as medidas mais eficazes para ultrapassar a crise atual (e as futuras), ou a forma como a inteligência artificial e o metaverso vão moldar o jornalismo do futuro serão alguns dos temas em debate.

O Rei e a Rainha de Espanha são Presidentes Honorários deste Congresso, e Felipe irá discursar na cerimónia de atribuição do Prémio Golden Pen of Freedom 2022, que distingue anualmente um indivíduo ou organização pela sua notável contribuição para a defesa e promoção da liberdade de imprensa.

Notícias »

Tiago Rodrigues é o segundo entrevistado da iniciativa Clube de Jornalistas 25_40_50
[26 de Setembro de 2022]

Realiza-se a 27 de setembro a segunda edição da iniciativa do Clube de Jornalistas 25_40_50, em parceria com a Agência Lusa e a Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, com o patrocínio da Associação Mutualista Montepio e o apoio da Comissão comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril.

Depois da primeira entrevista de António Costa após a sua reeleição, é a vez de Tiago Rodrigues, encenador de 45 anos, antigo diretor do Teatro Nacional D. Maria, conceder a primeira entrevista à imprensa portuguesa como diretor do Festival de Avignon. Encenador, ator, autor, argumentista, Tiago Rodrigues é uma das vozes mais brilhantes no pensamento artístico contemporâneo. 

Tal como na edição anterior, Clube de Jornalistas 25_40_50 convidou 5 jornalistas de 5 gerações e de órgãos de comunicação social diferentes com o objetivo de juntar experiências, trocar saberes e práticas jornalísticas.

Dos 82 aos quarentas, José Carlos de Vasconcelos (Jornal de Letras), Francisco Sena Santos, Maria Augusta Gonçalves (Lusa), Maria João Costa (Rádio Renascença) e Miguel Franco de Andrade (SIC), conduzidos por Daniel Belo (Antena3), vão fazer 25 perguntas a Tiago Rodrigues em 90 minutos.

Até 2026, quatro vezes por ano, o Clube de Jornalistas entrevista uma figura pública – sempre em parceria com a Agência Lusa e com a ESCS. Fruto desta parceria, à Agência Lusa disponibilizará a todos os seus clientes o vídeo das entrevistas, além do tratamento jornalístico com a marca de qualidade da Lusa, que poderá ser utilizado por todos os órgãos de comunicação social como se o material fosse de sua autoria.

A entrevista a Tiago Rodrigues será disponibilizada nos canais de YouTube da Agência Lusa e do Clube de Jornalistas. Todas as imagens, registos sonoros e textos são cedidos sem contrapartidas financeiras nem de direitos, com o espírito de serviço público que nos rege.

A ideia geral desta iniciativa, que vai decorrer nos próximos quatro anos, é ir à essência do que foram os 40 anos do Clube: premiar e distinguir a excelência do Jornalismo que se pratica em Portugal através dos Prémios Gazeta, juntar jornalistas mais novos e mais velhos, partilhar experiências, cruzar ideias e trocar práticas jornalísticas no online, na televisão, na rádio e na imprensa escrita.

Clube de Jornalistas recupera o nome de um programa na RTP2 no início deste século, de 2004 a 2009.

Clube de Jornalistas 25_40_50
25 perguntas a Tiago Rodrigues 
40 anos Clube de Jornalistas 
50 anos 25 de Abril 

Uma iniciativa do Clube de Jornalistas em parceria com a Agência Lusa e a ESCS – Escola Superior de Comunicação Social – com o patrocínio da Associação Mutualista Montepio e o apoio da Comissão comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril.