Home » Headline

Cerimónia de entrega dos Prémios Gazeta

17 de Novembro de 2022


Marcelo Rebelo de Sousa e Carlos Moedas com os jornalistas premiados na 37ª edição dos Prémios Gazeta e membros da direção do Clube de Jornalistas. Fotografia: Paulo Alexandrino / Global Notícias

Foram entregues esta quarta-feira, 16 de novembro, os Prémios Gazeta. A cerimónia decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Lisboa, presidida pelo Presidente da República. Seguiu-se um jantar com todos os premiados e convidados. No seu discurso, Marcelo Rebelo de Sousa frisou a importância de ser realizado um estudo, a tempo do Congresso de Jornalistas de 2024, entendendo que é preciso “não se falar de cor ou na base de intuições” sobre a forma como é feito o jornalismo em Portugal.

A 37ª edição dos Prémios Gazeta, uma iniciativa do Clube de Jornalistas, tem o apoio principal da Câmara Municipal de Lisboa e da Associação Mutualista Montepio.

Nesta 37ª edição, Fernando Dacosta recebeu o Gazeta de Mérito; Carlos Rico o Gazeta de Televisão, pela reportagem “Alentejo, azeite e água”, emitida na SIC; Joana Pereira Bastos recebeu o Gazeta de Imprensa, pela reportagem “As férias da liberdade”, publicada no Expresso; Nuno Guedes o Gazeta de Rádio, pela reportagem “A ilha do tempo”, emitida pela TSF; Reinaldo Rodrigues, com “Um outro país”, reportagem divulgada nas plataformas digitais e redes sociais do Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF, recebeu o Gazeta Multimédia; Tiago Miranda venceu o Gazeta de Fotografia, com a reportagem “Nós somos oito mil histórias”, publicada no Expresso; Diogo Assunção foi distinguido com o Gazeta Revelação, pela reportagem “A altura dos sonhos”, emitida pela TVI; e o jornal A Mensagem de Lisboa recebeu o Gazeta de Imprensa Regional.

O Presidente da República considerou os Prémios Gazeta – os mais importantes do jornalismo português – como “uma afirmação de esperança”, frisando que “onde não há uma comunicação social muito, muito forte, não há uma democracia muito, muito forte”.

“Viu-se aqui nestes prémios, vê-se ano após ano”, que o país tem “condições para ter uma comunicação social muito, muito forte”, considerou. “Mas há outra comunicação social que não é bem aquela que desejamos, presa à espuma dos dias… e a espuma dos dias pode trazer consigo preocupações estruturais.”

O Presidente da República lembrou que “os problemas críticos” do jornalismo a que se tem referido em anteriores edições destes Prémios continuam “substancialmente presentes” na profissão: “A instabilidade económica, financeira, a precariedade, o recurso a soluções de emergência a ou de expediente.”

Por isso, defende que “tem de se saber como é na imprensa, na rádio, na televisão, na imprensa nacional, na imprensa regional e na imprensa local”, mas também “quem são e como é que trabalham” os jornalistas destes meios. A terminar o seu discurso, deixou uma nota de otimismo: “A luta continua, a democracia está viva.”

Antes, Carlos Moedas manifestou a honra que foi receber na Câmara Municipal de Lisboa a cerimónia de entrega dos Prémios Gazeta, recordando que o seu pai foi jornalista, “um homem que deu a vida pela profissão” e que se bateu por “manter sempre a sua independência”. Um dia perguntou-lhe “o que era isso de ser jornalista” e o pai respondeu-lhe: “Ser jornalista é saber distinguir os factos da ficção.” Hoje, confessou, “não há dia em que não pense nisso”.

Felicitando todos os premiados, destacou o reconhecimento da carreira de Fernando Dacosta e deixou uma palavra especial para “A Mensagem de Lisboa”, que venceu o Gazeta de Imprensa Regional: “Gosto muito d’A Mensagem, fazem um excelente trabalho, e mesmo quando me criticam fazem-no tão bem que não tenho como rebater.”

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.