[3 de Março de 2021]

Com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, a atribuição dos Prémios Gazeta interrompida em 2020, por força da pandemia de COVID-19, irá este ano premiar trabalhos publicados em 2019 e 2020. O prazo para as candidaturas termina em 30 de abril.
Os trabalhos a concurso devem ter sido publicados, por jornalistas detentores de título profissional e contemplam 8 categorias:

Prémio Gazeta de Mérito
Prémio Gazeta de Imprensa
Prémio Gazeta de Televisão
Prémio Gazeta de Rádio
Prémio Gazeta de Fotografia
Prémio Gazeta Multimédia
Prémio Gazeta Revelação
Prémio Gazeta de Imprensa Regional

» Regulamento e ficha de inscrição
» Formalizada parceria entre a Câmara de Lisboa e o CJ

Opinião »

O jornalismo na era das incertezas
[14 de Abril de 2021]

Estamos começando a viver uma realidade que alguns definem como individualismo coletivo ou em rede, onde somos puxados para dois extremos. Se por um lado a viabilização financeira de projetos multimídia impõe uma socialização dos sistemas de produção jornalística, por outro, obriga os profissionais a arcarem individualmente com os custos sociais da sua atividade. (Carlos Castilho)

Ler mais…

Opinião »

Jornalismo em Moçambique: entrevista com Celestino Joanguete
[14 de Abril de 2021]

«A liberdade de imprensa tem sido assunto retratado em relatórios anuais de organizações nacionais e internacionais. Os jornalistas são privados de exercer as suas atividades jornalísticas, casos de sequestros, perseguições, incêndio de redações por criticar o governo e denunciar corrupção, ameaças e expulsão de jornalistas estrangeiros.» (Celestino Joanguete)

Ler mais…

Opinião »

Brasil: A universidade, o jornalismo e os afectos políticos
[14 de Abril de 2021]

De um lado, a universidade constrói um capital cultural e intelectual engessado, circunscrito às burocracias acadêmicas, na maioria das vezes incapaz de ir extramuros tanto para conhecer quanto para partilhar e dialogar. Do outro, uma classe profissional precarizada e formada na “escola das redações”, com alguns dos seus alçados à condição de prestigiados formadores de opinião em razão da superficialidade retórica de seus trabalhos. Não é por acaso que as universidades e a imprensa se veem desacreditadas pela própria sociedade civil, além de injustamente atacadas pelas milícias digitais. (Leandro R.Lage)

Ler mais…

Notícias »

Brasil: Aumentam ataques a jornalistas no primeiro trimestre de 2021
[14 de Abril de 2021]

O monitoramento de violações à liberdade de imprensa, realizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, registou um aumento de alertas no primeiro trimestre de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020. De janeiro a março deste ano foram identificados 73 ataques a meios de comunicação, jornalistas, comunicadores e imprensa de modo geral contra 53 no primeiro trimestre do ano passado.

Ler mais…

Opinião »

O abaixo assassinado
[13 de Abril de 2021]

Há episódios na história das sociedades difíceis de explicar. É o caso da petição posta a circular na sequência da decisão do juiz de instrução do processo Marquês e que levou perto de 200 mil cidadãos a reclamarem a demissão do juiz Ivo Rosa. Independentemente dos meandros do caso e da fundamentação da decisão, é chocante verificar que há duas centenas de milhares de pessoas que não só pensam ser possível demitir um juiz através de um abaixo-assinado (ou abaixo assassinado, tendo em conta que se trata de um assassínio de carácter), como entendem que é desejável uma regressão civilizacional deste jaez no âmbito da justiça.
Para este movimento de opinião contribuiram os media que andaram dez anos a preparar o alcatrão e as penas requeridos por um acto justiceiro à moda do far west. Já é mais do que tempo de recentrar a questão. É o que fazem os juristas Vital Moreira e António Garcia Pereira nos textos a seguir ligados. (João Alferes Gonçalves)

» O terramoto judicial (Vital Moreira)
» De quem é a culpa afinal? (António Garcia Pereira)

Notícias »

Distribuição de jornais em PDF prejudica a indústria dos media
[13 de Abril de 2021]

A distribuição ilegal de conteúdos de imprensa, por via digital, não é nova mas é cada vez mais danosa para as empresas de Comunicação Social. Perante um quadro legal insuficiente, várias vozes se levantam para sensibilizar os poderes políticos como para alertar os cidadãos. (Maria João Martins)

Ler mais…

Notícias »

França: Plataforma das rádios já funciona
[12 de Abril de 2021]

Radioplayer France reúne numa interface digital gratuita a imensa maioria das rádios com difusão hertziana. São mais de 200 rádios, 600 webradios e mais de 100.000 ‘podcasts’.

Ler mais…

Notícias »

Irão : O jornalista Mohammad Mosaed, cabeça-de-turco do regime, forçado ao exílio
[12 de Abril de 2021]

Conhecido pelas suas investigações sobre corrupção, este repórter iraniano teve que fugir de Teerão em janeiro para escapar às condenações da Guarda Revolucionária. Cruzou a fronteira com a Turquia a pé para encontrar refúgio em Ancara.

Ler mais…

Opinião »

Outra grande violação de dados, outro silêncio rochoso do Facebook
[12 de Abril de 2021]

Quinhentos milhões de contas de usuários do Facebook roubadas. Informações pessoais comprometidas. Números de telefone e datas de nascimento vagando pela internet sendo usados para Deus sabe o quê. E por quatro dias, da sede corporativa do Facebook, nada além de silêncio. (Carole Cadwalladr)

Ler mais,,,

Opinião »

Brasil: Quando a Geografia importa ao Jornalismo
[12 de Abril de 2021]

«O encalhe de um navio (um fixo) impede o transporte marítimo (um fluxo) em um determinado ponto (um lugar) da via que tem ao todo 195 quilômetros de extensão (uma via artificial). Isso serve para pensarmos sobre o “poder do conceito de lugar” e “crise do conceito de região” nas análises sobre a globalização mediada por notícias.» (Antônio Heleno Caldas Laranjeira)

Ler mais...