[24 de November de 2016]

logo 3Estão abertas até 31 de Janeiro de 2017 as candidaturas ao Prémio Jornalismo em Saúde, promovido pela APIFARMA e organizado pelo Clube de Jornalistas. É constituído pelas categorias de Imprensa, Rádio, Televisão e Jornalismo Digital. O concurso estende-se também aos trabalhos académicos de recém-licenciados de Comunicação Social e Jornalismo. O valor dos prémios totaliza 16 mil euros, montante que será distribuído pelos autores dos melhores trabalhos publicados durante o ano de 2016.
O autor do trabalho que se destacar do conjunto das categorias a concurso, além de receber 2.500 euros, será distinguido com o primeiro lugar, designado “Prémio APIFARMA/ Clube de Jornalismo – Jornalismo em Saúde”, recebendo um montante adicional de 5 mil euros.

Ler mais…

Imagem

CJ na TV

Emissão de 14 de Janeiro, de 2009

Video

Sede do Clube de Jornalistas, Rua das Trinas

Audio

Podcast CJ Online

Brevemente!

Opinião »

“El Mundo”: Somos um jornal, cumprimos a nossa obrigação
[5 de December de 2016]

Este título de “El Mundo” refere-se à publicação de alegadas provas de que Cristiano Ronaldo e José Mourinho teriam beneficiado de um esquema de fuga aos impostos urdido pelo agente Jorge Mendes. Uma terceira entidade, a empresa Senn Ferrero Associados, interpôs uma providência cautelar para impedir o diário madrileno de publicar as informações. Um tribunal madrileno deferiu o pedido, mas o jornal recusou-se a acatar a decisão judicial. É disto que trata o editorial de “El Mundo”. A argumentação em defesa da publicação dos dados alegadamente probatórios é inatacável. Mas todos os outros elementos da história merecem uma análise mais cuidada, Trata-se de uma investigação jornalística ou de mais uma misteriosa fuga de informação? Fuga orientada? Teremos que aguardar o desenvolvimento da história para sabermos se há alguma coisa concreta, ou se estamos perante outro pirolito sem gás, como foi o caso dos “Panama papers”. (JAG)

» Somos um jornal, cumprimos a nossa obrigação (“El Mundo”)
» A historia divulgada pelo consórcio de jornais

Opinião »

Um lugar comum do jornalismo português
[5 de December de 2016]

Do congresso realizado em Almada sai um reforçado Jerónimo de Sousa, cujo curto discurso final reafirma a vontade de aprofundar aquelas que são as bases teóricas que suportam o trabalho político do PCP. Um dos lugares comuns do jornalismo português é diminuir a importância destes congressos com a alegação da ausência de novidades, como se o que é novo fosse em si mesmo um valor absoluto. (Valdemar Cruz)

Ler mais…

Opinião »

Os adjectivos são uma ameaça de bomba no jornalismo
[2 de December de 2016]

As redacções estão hoje assim, nesta mistura: incompetência, manipulação editorial e muita gente «injustamente acusada de ser jornalista»… (João Paulo Guerra)

» O Fio da Meada – Crónica na Antena 1 em 2 dezembro 2016

Opinião »

Ken Loach: Os pobres não são responsáveis pela sua pobreza
[2 de December de 2016]

Não é um acaso é a consequência de esta nova ordem capitalista ter percebido que tem  importância equivalente o controlo da produção de bens materiais e o dos bens imateriais. Que é tão importante a produção de bens de consumo e de instrumentos financeiros como a produção de comunicação que prepara e justifica as acções políticas e militares imperialistas através dos meios tradicionais, rádio, televisão, jornais e dos novos, proporcionados pelas redes informáticas. Que  é igualmente importante o domínio e o controle económico e financeiro e a construção de um imaginário global com os meios da cultura mediática de massas, para instaurar de forma consistente uma cultura alienada e alienante. (Manuel Augusto Araújo)
Ler mais…

Notícias »

Com dois meses de vida, “Jornal Económico” faz mudanças na direcção
[1 de December de 2016]

Ao fim de dois meses nas bancas, o semanário Jornal Económico já está a repensar a estratégia. Com o objectivo de conseguir uma “maior integração entre o papel e o online”, o título do grupo Megafin fez a primeira alteração à equipa de direcção e, a partir de segunda-feira, o cargo de director será ocupado por Filipe Alves, que era até agora director-adjunto de Vítor Norinha.

Ler mais…

Opinião »

Fidel Castro não é de cartão
[1 de December de 2016]

Dizer de Fidel Castro, após a sua morte, em artigos de jornal que pretendem (e deveriam) ser de balanço, de avaliação ou de análise da sua vida, que era um ditador e ficar-se por aí é quase a mesma coisa que fazer uma entrada de enciclopédia sobre Einstein dizendo que era um tipo de cabeleira branca e ficar-se por aí. (José Vítor Malheiros)

Ler mais…

Notícias »

RTP repete provocação ao Sporting em promoção de jogo do Benfica
[1 de December de 2016]

A promoção da RTP ao próximo jogo do Benfica na Liga dos Campeões está a gerar polémica. Tal como já tinha acontecido numa promoção anterior em que o visado foi o treinador do Sporting, a graçola atingiu agora o presidente do Sporting, parodiando uma situação delicada que está pendente de acção disciplinar dos órgãos competentes do futebol.
Ler mais…

Notícias »

RTP: Joaquim Vieira chumbado para provedor do ouvinte da rádio (actualizado)
[30 de November de 2016]

O nome de Joaquim Vieira foi chumbado, esta quarta-feira, para provedor do ouvinte da RDP. Vieira teve 21 votos contra, cinco a favor e três brancos. A administração da RTP tem agora de indicar um substituto, tal como fez em 2010, após o Conselho de Opinião ter rejeitado o primeiro nome indicado. O novo provedor do telespectador é Jorge Wemans, com 14 votos a favor, 11 contra e três brancos.
Ler mais…

Opinião »

Da rádio vira discos à rádio vira copos
[30 de November de 2016]

A subversão completa do conceito de rádio local começou com transformação das rádios em repetidores de canais nacionais e, mais tarde, com a passagem à categoria de sucursal. A machadada final chegou com as possibilidades abertas pela internet, que permite a difusão de programas de rádio e tv sem os custos elevados dos sistemas de emissão. O modelo de rádio assumido pela esmagadora maioria das rádios locais tornou irrelevante e comprometeu economicamente a sua existência, pelo que o encerramento  é uma saída natural.
Sobre as saídas possíveis para a utilização das frequências libertadas muito se pode dizer, mas este não é o tempo nem o espaço para discutir o assunto. O que está hoje em causa é a passagem de uma rádio que se limitou durante anos ao papel de gira-discos, e por isso sucumbiu, ao estatuto dúbio de escoadouro sonoro de uma empresa cervejeira. Ou seja, da passagem de rádio vira discos a rádio vira copos. (JAG)

Ler mais…

Torre dos Tombos »

Alô TVI, aqui planeta Terra
[30 de November de 2016]

Entre o chorrilho de disparates que tenho lido e ouvido nos media portugueses a despropósito da morte de Fidel  Castro, não posso deixar de destacar uma voz off da TVI  que afirmou, convictamente, no jornal das 8 de terça-feira, que nas cerimónias fúnebres não estaria presente «o líder soviético» Vladimir Putin. É este o tipo de conhecimento que explica o mundo aos portugueses diariamente. (JAG)