[8 de September de 2017]

Impresionante — é a situação impressionante da Impresa. A decisão, dita estratégica, de alienar todas as publicações impressas surpreendeu quase toda a gente, a começar pelos jornalistas do grupo. Se pensarmos melhor, surpresa será alguém morrer na rua de morte súbita, não tanto um doente ligado à máquina exalar o último suspiro. Ora, qualquer pessoa bem informada sabia que a Impresa está, há muito tempo, ligada à máquina (leia-se, à banca). Deste abanão salva-se, momentaneamente, o “Expresso”. Ao que se diz, por razões sentimentais. Entretanto, o grupo Motorpress declarou falência, a Global Media vê as vendas em banca do “DN” baixarem para a fasquia dos sete mil exemplares, o que o coloca na categoria de jornal regional, e o grupo Cofina anda a pôr as barbas de molho, a julgar pelo discurso esquizofrénico do seu director de directores, no final de um evento apresentado pela taróloga Maia. Porquê esquizo? Porque dedicou metade do seu tempo a apelar a ajudas do governo à imprensa privada em nome do jornalismo «livre e independente». E eu, cansado de ouvir falar de crises e de ver listas de jornalistas despedidos, pergunto quando é que se começa a responsabilizar administrações e direcções pelo fracasso evidente de projectos editoriais. (JAG)

» A visão da “Sábado” sobre a Impresa
» Títulos da Impresa continuam a ser penalizados em bolsa (“i”)

Imagem

CJ na TV

Emissão de 14 de Janeiro, de 2009

Video

Sede do Clube de Jornalistas, Rua das Trinas

Audio

Podcast CJ Online

Brevemente!

Notícias »

Marcelo “muito preocupado” com jornalismo, cuidadoso com apoios do Estado
[24 de September de 2017]

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está pessimista e “muito preocupado com o panorama do jornalismo em Portugal” e aconselhou cuidado numa eventual intervenção do Estado de apoio aos media.
Ler mais…

Notícias »

TVI corta despesas antes da compra pela Altice
[24 de September de 2017]

A administração da Media Capital está a cortar despesas antes da compra pela Altice. Segundo o “Correio da Manhã”, a administradora Rosa Cullell, que manterá o cargo caso a dona da MEO assuma o controlo da empresa, terá chamado nas últimas semanas várias direcções da TVI para pedir um corte nos custos de grelha até ao fim deste ano.
Ler mais…

Opinião »

A Catalunha: a técnica do golpe de estado e as arengas antes da batalha
[23 de September de 2017]

Na Catalunha trata-se apenas de uma golpada de um grupo que quer tomar o poder e locupletar-se com um tesouro. Trata-se da história de um assalto. De mais um. (Carlos Matos Gomes)
Ler mais…

Notícias »

Espanha: O PP usa a sua maioria absoluta no Senado para favorecer o controlo da TV pública
[23 de September de 2017]

O PP usou a sua maioria absoluta no Senado para corrigir a reforma da RTVE acordada no Congreso e, assim, favorecer que a união dos seus votos e os do PSOE controle a eleição do presidente da empresa e dos seus conselheiros.
Ler mais…

Opinião »

Notícias falsas: um assunto de robots
[23 de September de 2017]

Nós, humanos, pensamos que somos muito espertos, mas acreditamos em muitas notícias falsas. As que nos distribuem os programas informáticos. (Rebeca Gimeno)
Ler mais…

Notícias »

Media franceses: quem possui o quê?
[21 de September de 2017]
Carta da paisagem mediática francesa elaborada por Acrimed, onde estão registados os laços entrecruzados das concentrações de propriedade dos media. Uma rede de comunicação cada vez mais dominada por grandes grupos financeiros ou famílias milionárias. Clique na imagem para aceder à respectiva página do Acrimed

Carta da paisagem mediática francesa elaborada por Acrimed, onde estão registados os laços entrecruzados das concentrações de propriedade dos media. Uma rede de comunicação cada vez mais dominada por grandes grupos financeiros ou famílias milionárias. Clique na imagem para aceder à respectiva página do Acrimed

Opinião »

A RTP entre a lei restritiva e a lei permissiva
[21 de September de 2017]

A simples substituição de um membro do Conselho geral da RTP está a gerar um furacãozito nos círculos dos poderes mediáticos. O governo indigitou Seixas da Costa para o cargo vacante, mas há quem se oponha, com o argumento de que a actividade do indigitado não é compatível com as condições exigidas por lei. Depois do presidente da ERC, é agora a vez de o presidente da RTP esgrimir o argumento de que «uma lei restritiva» torna difícil «escolher pessoas de qualidade» para o Conselho.
Não sei o que é mais impressionante — se o facto de o presidente da RTP entender que não há, no país, uma dúzia de “pessoas de qualidade” que possam exercer o cargo de conselheiros nos próximos vinte anos, se a sua apressada adesão à tese de que os estatutos do CGI devem ser permissivos. É que a letrinha “I” corresponde, na sigla, à natureza  independente do Conselho. Para que essa “independência” possa ser alegada, os estatutos deverão ser, inquestionavelmente, restritivos. (JAG)

Notícias »

Exposição Prémio Estação Imagem 2017
[21 de September de 2017]
A Casa da Imprensa, a Estação-Imagem e a Câmara Municipal de Viana do Castelo têm o prazer de o/a convidar para a inauguração da exposição Prémio Estação Imagem 2017 Viana do Castelo, no dia 21 de setembro, entre as 17:00 e as 23:00 horas, no Salão Nobre da Casa da Imprensa, Rua da Horta Seca, 20, Lisboa. A exposição, com 57 trabalhos de 13 autores galardoados com o mais importante prémio português de fotojornalismo, estará patente na Casa da Imprensa até 13 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 14:00 às 19:00 horas (exceto dias feriados). A inauguração integra-se na iniciativa Bairro das Artes, a rentrée cultural da Sétima Colina de Lisboa, que este ano, na sua oitava edição, decorre em 39 espaços diferentes com inaugurações, visitas guiadas, apresentações de livros e outos eventos, numa grande celebração da Arte Contemporânea nesta zona da cidade

A exposição Prémio Estação Imagem 2017 Viana do Castelo,  está patente até 13 de outubro no Salão Nobre da Casa da Imprensa, Rua da Horta Seca, 20, Lisboa.
Com 57 trabalhos de 13 autores galardoados com o mais importante prémio português de fotojornalismo, a exposição estará patente, de segunda a sexta-feira, das 14 às 19 horas (excepto dias feriados)

Notícias »

Morreu Lucínio Ribeiro
[21 de September de 2017]

Morreu o repórter de imagem da RTP, Lucínio Ribeiro, 60 anos, vítima de cancro. Editor e repórter de imagem na RTP desde a década de 80, trabalhou no centro regional de Bragança da RTP e, durante muitos anos, no centro de produção do Norte, em Vila Nova de Gaia.
Ler mais…

Opinião »

Os geringonçólogos
[20 de September de 2017]

O fluxo de insinuações e de intimações já não é jornalismo, é a canibalização do espaço público para ajustes de contas, para ensaios de carreiras, para praxes ideológicas e para luta de interesses. Mas há uma ideia, e ela resume todo o sucesso da geringonça e da sua relação de forças com a direita e entre si: os geringoncistas já só têm uma agenda, que o PS tenha maioria absoluta.  (Francisco Louçã)
Ler mais…