Home » Notícias

Mário Mesquita (1950-2022)

27 de Maio de 2022


Mário Mesquita será sempre uma referência da comunicação em Portugal Fotografia: Manuel Almeida

Morreu esta manhã o professor universitário e jornalista Mário Mesquita, vítima de crise cardíaca, na sequência de uma cirurgia realizada ontem.

Sócio do Clube de Jornalistas desde a sua fundação, recebeu o Prémio Gazeta de Mérito em 1998.

No ano passado, numa homenagem realizada na Fundação Calouste Gulbenkian, marcada pelo lançamento do livro “A Liberdade por Princípio – Estudos e testemunhos de homenagem a Mário Mesquita” (Ed. Tinta da China), disse que gostava de ver escrito no seu epitáfio: “Morreu o jornalista Mário Mesquita, que, distraído como era, deixou caducar a carteira profissional”.

Mário Mesquita nasceu em Ponta Delgada a 3 de janeiro de 1950. Sempre ligado à oposição à ditadura, foi em 1973 um dos fundadores do Partido Socialista.

Iniciou-se no jornalismo antes do 25 de Abril, no “República”. Foi diretor adjunto do DN de 1975 a 1978 e depois diretor, 1978 a 1986. Dirigiu também o “Diário de Lisboa” (1989-1990). Voltaria ao DN em 1997 para ser, durante cerca de um ano, seu Provedor dos Leitores. Foi também colunista no Público e no Jornal de Notícias.

Mário Mesquita integrava há vários anos o Conselho Regulador da Entidade Reguladora da Comunicação (ERC), sendo vice-presidente desde 2017. Pioneiro em Portugal do ensino do jornalismo e de Ciências da Comunicação, formado na Universidade de Lovaina (Bélgica), era professor na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Formou aqui e, primeiro, na FCSH da Universidade Nova, várias gerações de jornalistas. Foi também fundador do curso superior de jornalismo da Universidade de Coimbra. Ler mais

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.