Notícias »

Polónia: Presidente aprova lei com restrições à liberdade de expressão
[20 de March de 2017]

O presidente polaco, Andrzej Duda, assinou uma lei sobre encontros públicos que introduz restrições denunciadas pela oposição como antidemocráticas.
Ler mais…

Notícias »

TVI entrega aos accionistas dividendos superiores aos lucros
[19 de March de 2017]

Nos últimos dez anos, a dona da TVI deu aos seus accionistas mais de 180 milhões de euros, mais 20 milhões do que os lucros gerados no mesmo período.
Ler mais…

Opinião »

A esquerda, a direita e a liberdade de expressão
[18 de March de 2017]

Os políticos no poder, em geral, gostam pouco da liberdade de expressão. (Francisco Teixeira da Mota)
Ler mais…

Notícias »

PS insiste em rejeitar “negócio partidário” do PSD nas nomeações
[18 de March de 2017]

Dirigentes da ERC e do Conselho de fiscalização das secretas já terminaram mandatos, mas os dois partidos continuam sem se entenderem no processo de escolha.
Ler mais…

Opinião »

Que fontes são essas na justiça?
[18 de March de 2017]

A mediatização da Operação Marquês tem sido construída com fontes não identificadas. Como, aliás, a de outros processos mediáticos. São essas fontes desconhecidas da opinião pública que vão urdindo na penumbra labirínticas estratégias com objetivos bem definidos. Há uma semana, mexiam-se para fazer publicar nos jornais que haveria uma acusação que seria hoje fechada. Vai ser adiada. Neste contexto, o Ministério Público deveria explicar porquê. E já agora procurar exterminar fontes que tanto falam sem que ninguém lhes exija o que o jornalismo pressupõe: a prova da verdade. (Felisbela Lopes)
Ler mais…

Notícias »

As mil e uma manhas da indústria da desinformação
[17 de March de 2017]

As “fake news” que circulam massivamente em linha não caiem do céu. O exame pormenorizado de alguns deste rumores por jornalistas de “Le Monde”, por ocasião do lançamento do Décodex, mostra que os artesãos da propaganda aplicam métodos cada vez mais engenhosos.
Ler mais…

Opinião »

A propaganda russa entra na liga dos campeões
[17 de March de 2017]

Está em curso uma grande operação de contra-informação centrada no combate a dois meios de comunicação estatais russos: o canal de televisão RT e a plataforma multimedia SputnikNews. O canal Russia Today (agora RT) foi sempre objecto de ataques periódicos das centrais de propaganda norte-americanas, mas a ofensiva dos últimos meses ultrapassa — em amplitude, densidade e difusão espacial —tudo o que se vira antes. A conclusão é óbvia: a propaganda russa deu um salto qualitativo e entrou na liga dos melhores. Depois do artigo do “New York Times” aqui reproduzido, veio o “Monde” publicar mais dois textos sobre o mesmo assunto, engrossando a lista de jornais que, nos últimos três meses, abriram as páginas à contrapropaganda. Seguem-se alguns links que ajudam a perceber a extensão da operação e a dimensão das preocupações que a originam. (JAG)

» SputnikNews et RT, instruments d’influence de la Russie en France
» Moscou étend son empire médiatique
» Les médias d’État russes créent la polémique en France
» RT en español, la fábrica de noticias de Putin para que odies a Occidente
» Twitter users volunteer to be Russia’s latest weapon in the information wars
» TeleKremlin se expande

Opinião »

“O euro é uma moeda simpática, mas cara”
[17 de March de 2017]

A expressão é de Carlos Carvalhas, numa entrevista com Maria Flor Pedroso em que explica a necessidade de avançar com estudos sobre uma eventual saída do euro e os efeitos que isso teria sobre a economia portuguesa. Em meia hora de conversa, o economista esclarece questões chave para a compreensão do que é a moeda única e os danos que causa à economia. Destaque, também, para a sua crítica ao governo alemão e para a maneira como tem explorado a política de resgates em benefício do banco central da Alemanha.

» Entrevista de Carlos Carvalhas na Antena 1

Opinião »

Jornalismo ou propaganda? Entre o “New York Times” e o RT
[16 de March de 2017]

Um artigo do “New York Times” sobre o canal russo RT (antes Russia Today) tenta consolidar a ideia de que RT não é mais do que um instrumento de propaganda do Kremlin. O artigo reproduz opiniões diversificadas e justifica uma leitura atenta, mas crítica. Quando se conhecem as ancestrais ligações da BBC com o Foreign Office e o papel de embrulho do “NYT” ao serviço da Casa Branca na invasão do Iraque, o bom senso deveria fazer hesitar esses media antes de começarem a discorrer sobre jornalismo e propaganda. (JAG)
Ler mais…

Notícias »

Sócrates, casos de polícia e futebol no topo das preferências da informação televisiva
[16 de March de 2017]

RTP1, Sic e TVI dedicaram, na semana de 6 a 12 de março, horas de emissão aos processos associados com a queda do Grupo BES/GES e a operação Marquês, casos de polícia e futebol, segundo os dados da MediaMonitor.
Ler mais…