Notícias »

Dinheiro de Macau não entrou na Global
[22 de June de 2017]

Mais de oito meses depois de a Global Media ter assinado um memorando de entendimento com a KNJ, que previa que a empresa de Macau investisse 17,5 milhões de euros em troco de 30% do capital da dona do “JN”, “DN” e TSF, o negócio ainda está por concretizar.
Ler mais…

Opinião »

O Cuidado com a Língua da RTP
[22 de June de 2017]

«Depois de dois artigos nas últimas semanas alertando para o fim do programa “Cuidado com a Língua”, a RTP1 vem responder ao que não lhe foi perguntado antes: é assim mesmo? A resposta é não, mas vale a pena explicar o trajeto de como se instala uma desinformação.» (Daniel Deusdado)
Ler mais…

Opinião »

Jurnalismo
[21 de June de 2017]

Se não tinha caído nenhum avião, porque é que me permitiram falar durante hora e meia do avião, do meu quintal e isso tudo? (Ferreira Fernandes)
Ler mais…

Opinião »

O diabo chegou a Pedrógão Grande
[21 de June de 2017]

«Ainda o incêndio fazia vítimas e já alguns jornalistas, certamente seguindo ordens dos seus diretores de informação procuravam pistas para culpas que alimentassem as labaredas do debate político.» (Blog O Jumento)
Ler mais…

Opinião »

Mas que jornalismo é este?
[21 de June de 2017]

«Antes de ver a entrevista de António Costa, hoje (20.06), já tinha decidido escrever este artigo e com este título. Depois da entrevista, cresceu a vontade. Judite de Sousa – esse inefável oráculo da opinião pública – esteve, em toda a entrevista, obcecada com uma única questão: demite a Ministra, ou não, Senhor Primeiro-Ministro?» (João de Almeida Santos)
Ler mais…

Opinião »

Judite e o cadáver
[20 de June de 2017]

Não matemos, com raiva nos dentes, a Judite. Expliquemos por que a reportagem é má e nada tem de jornalismo. Vejamos os princípios violados. (João Vasco Almeida)
Ler mais…

Opinião »

As vítimas dos incêndios e da televisão
[19 de June de 2017]

Face à falta de meios linguísticos (e de tempo para qualquer elaboração mais cuidada) e porque a televisão pratica quase como ideologia jornalística um realismo ingénuo que acaba por nunca produzir o desejado efeito de real, os repórteres ou debitam lugares-comuns que não têm nem valor expressivo nem descritivo, ou recorrem aos testemunhos. Põe-se um microfone e uma câmara diante de pessoas em estado de choque e pede-se-lhes que elas testemunhem, que elas descrevam, que elas superem a afasia em que a situação as colocou. A violência é inominável e a televisão torna-se patética, no duplo sentido da palavra: porque quer mostrar o pathos, dê por onde der; porque exibe a estupidez na mais elevada expressão. (António Guerreiro)
Ler mais…

Notícias »

Reportagem sensacionalista de Judite de Sousa na mira da ERC
[19 de June de 2017]

Mais de uma centena de queixas contra uma reportagem de Judite de Sousa no incêndio de Pedrógão Grande chegaram este domingo e segunda-feira à ERC.
Ler mais…

Notícias »

ERC processa TVI por nova violação da lei
[19 de June de 2017]

A TVI foi novamente apanhada a emitir mais minutos de publicidade do que o permitido por lei e enfrenta um novo processo contraordenacional instaurado pela ERC.
Ler mais…

Opinião »

Esquecimentos elementares
[19 de June de 2017]

«Simples reparos para os quais as redações terão montes de explicações, não duvidemos disso. Mas reparos que se impõem, quando tantas e tantas noções elementares do b-a-ba do jornalismo, da técnica jornalística, são regularmente e até mesmo permanentemente esquecidas…» (Nobre Correia)
Ler mais…