Home » Dossiê, Notícias

Egipto: Dono de canal de TV e um jornalista vão ser julgados por difamarem o presidente

15 de August de 2012


O dono de um canal de TV por satélite e apresentador do seu principal programa — que a CNN promove a jornalista — e o chefe de redacção de um jornal foram acusados de difamarem e insultarem o presidente Mohamed Morsi. Trata-se de um caso de polícia, de uma questão de liberdade de imprensa ou haverá implicações políticas invisíveis? Será interessante acompanhar o desenvolvimento deste caso, no Egipto e nos media ocidentais, pelo que deixamos aqui alguns “links” para melhor informação.

» Egipto vai julgar jornalistas por difamação e insultos ao presidente (CNN)
» Apresentador de TV Okasha acusado de incitar à violência contra Morsi (Ahram online)
» Tawfiq Okasha condenado a seis meses de prisão por insultar a família de Khaled Saeed (Egypt Independent)
» Ascensão e artimanhas de Tawfiq Okasha (Daily News – Egipt)
» Novo presidente do Egipto está a ser sabotado pelos media estatais (The New York Times)

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.