Home » Notícias

Associação Portuguesa de Imprensa quer distribuição ao fim de semana

1 de December de 2019


API pondera adquirir parte dos CTT para proteger publicações. Em causa está o fim do contrato do serviço de postal universal em 2020.

A Associação Portuguesa de Imprensa (API) pondera candidatar-se a comprar parte dos CTT – Correios de Portugal de forma a defender o futuro das publicações que representa e assegurar o funcionamento do serviço postal universal quando terminar o contrato entre o Estado e a empresa, no final de 2020. Uma das medidas que a entidade pretende implementar é a distribuição de jornais e revistas ao sábado e domingo.

“Se aparecerem várias empresas a concorrer, nós faremos os impossíveis para ter, nessas empresas, uma voz ativa sobre como deve ser feita essa operação, nomeadamente a frequência com que deve ser feita”, adianta ao “CM” João Palmeiro, que explica que apesar de a lei dizer que a distribuição deve ser feita cinco vezes por semana em dias úteis, isso nem sempre acontece.

“Nós vamos mais longe e dizemos que a distribuição também deve ser feita ao fim de semana, quando a maioria dos pontos de venda de jornais estão encerrados. Esta é a única forma de defender as publicações diárias que queiram fazer assinaturas, uma das maneiras mais importantes para combater a queda das vendas”, acrescenta o presidente da API, que acredita que esta medida será crucial para salvar muitas publicações locais, regionais e até nacionais.

“Uma vez deixámos na mão de privados, de particulares, o futuro das publicações que representamos. Não o vamos fazer uma segunda vez”, garantiu João Palmeiro.

(“Correio da Manhã” – 30 novembro 2019)

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.