Home » Notícias

Conversa/debate sobre o livro O 25 de Novembro e os Media Estatizados

5 de November de 2019


Amanhã, 6 de novembro, pelas 18 e 30, no auditório da Fundação José Saramago, há uma conversa/debate com o jornalista Ribeiro Cardoso, autor do livro “O 25 de Novembro e os Media Estatizados”, e o general Pedro Pezarat Correia, a propósito da obra mencionada. A entrada é livre, sujeita à lotação da sala.

Breve biografia dos participantes. 

Pedro Pezarat Correia, oficial general do Exército na reforma, um dos mais brilhantes revolucionários de Abril, membro do Conselho da Revolução, Governador Militar da Região Sul, na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra fundou e leccionou a cadeira de  Geopolítica e Geoestratégia, conferencista no Instituto de Defesa Nacional, Universidade Autónoma de Lisboa e outros Institutos. Superiores. Doutorou-se com distinção e louvor na Universidade de Coimbra em 2017 (“…da descolonização. Do protonacionalismo ao pós-colonialismo”).

Ribeiro Cardoso, licenciado em Filologia Germânica, começou em 1971, no ‘Diário de Lisboa’, a sua carreira de jornalista profissional; foi fundador, com mais 14 jornalistas, do semanário/cooperativa  ‘O Jornal’; depois de Novembro de 1975 integrou a equipa fundadora de ‘O Diário’; passou por vários órgãos de comunicação social, entre os quais a RTP, ‘O Europeu’ e o semanário “Tal&Qual”; eleito pelos seus pares foi membro do Conselho de Imprensa, Presidente do Conselho Técnico e Deontológico e vice-presidente da direcção do Sindicato dos Jornalistas, membro da administração da Casa de Imprensa e da direcção do Clube de Jornalistas. De 1989 a 1993  esteve em Macau onde desempenhou as funções de Director do semanário “Comércio de Macau” e foi correspondente da RDP/Antena1 e Jornal de Noticias

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.