Home » Opinião

Como os media contribuiram para a crise migrante

8 de August de 2019


Ao contrário de outros termos que podem ser aplicados em situações semelhantes, a palavra migrante aparece desprovida de contexto, sem um im- ou um em- associados para indicarem que as pessoas que descreve têm histórias ou futuro — escreve o jornalista Daniel Trilling, num excelente ensaio publicado no “Guardian”. «Em vez disso», acrescenta, «ela implica um interminável presente: são migrantes, movem-se, é isso que fazem.É uma forma de descrição que, até 2015, eu poderia esperar ver com maior frequência em documentários da natureza, aplicada a animais em vez de seres humanos».

Ler mais…

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.