Home » Notícias

Consultor do PSD avança com queixa na ERC

15 de May de 2019


Rodrigo Gonçalves, o consultor de comunicação do PSD, que se demitiu no domingo, após notícia do “DN”, vai avançar nos próximos dias com uma queixa junto da ERC “para que possa ser aferida a verdade.”

A informação foi divulgada pelo próprio em comunicado. “Nada tenho a ver com a suposta rede e por isso não posso permitir que o meu nome possa ser instrumentalizado ao serviço dos objetivos eleitorais do PS.”

Rodrigo Gonçalves responde assim ao PS que ameaçou apresentar uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE) no seguimento da notícia do DN. Uma ameaça que o consultor considerou “ridícula”, acusando o PS de estar a aproveitar a questão com fins eleitorais, tentando envolver “o meu nome numa alegada rede de perfis falsos” para “atacar o PSD.”

No mesmo texto, Rodrigo Gonçalves informa que também ele irá apresentar uma “participação à CNE e no sentido de poder diligenciar junto do Facebook e do Twitter o encerramento das várias contas com alegada ligação ao Partido Socialista, contas que já foram disponibilizadas ao Diário de Notícias. Estas contas estão já identificadas e para as quais vou pedir que sejam adotadas medidas no sentido de as neutralizar e eliminar, já que uma parte delas ultrapassa todos os limites do razoável em termos de insultos às mais diversas pessoas de que o PS não gosta.”

A notícia do DN dá conta da existência de uma série de perfis falsos, no Twitter e no Facebook, que espalhavam notícias sobre adversários políticos. Logo no sábado, também em comunicado, Rodrigo Gonçalves contrapunha estes factos com a sua versão, garantindo que não tinha “nenhuma ligação” com as contas falsas.

No comunicado que hoje divulgou, o consultor do PSD ataca o PS dizendo que, com esta manobra de diversão, “tenta fugir a exemplos do passado recente em que os seus altos representantes, como o cabeça de lista às Europeias, Pedro Marques, lideraram campanhas contra o PSD na internet, através dos Blogues “Camara Corporativa”, “Simplex”, “País Relativo”, “Valor das Ideias” e a “Regra do Jogo”, financiados por José Sócrates e por dinheiros públicos, segundo noticia da Revista Sábado (27/02/2019) e do Correio da Manhã (17/02/2010).”

Rodrigo Gonçalves termina a nota referindo que o PS está a tentar tudo “para não falar, em primeiro lugar, das eleições Europeias, mas também de situações como o Galpgate, o Famalygate, o Siresp, Tancos, os Fundos Europeus, o SNS, entre muitos outros assuntos incómodos para a sua gestão.”

No entanto, “não vou permitir que usem o meu nome para atacar o PSD e o seu líder.”

“Diário de Notícias” 14 maio 2019

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.