Home » Revista

JJ #69

23 de April de 2019


«O esforço de combate às fake news não pode ser apenas legislativo», afirma o presidente da Assembleia da República numa entrevista concedida à “JJ” e que é um dos mais significativos textos da edição nº 69, agora em distribuição. Ferro Rodrigues fala sobre o futuro do jornalismo, mas o passado é evocado, noutra perspectiva, num texto de Fernando Correia sobre as realidades e mitos da censura fascista. Um tema que também está presente numa investigação de Gonçalo Pereira Rosa sobre um locutor de rádio que foi informador da PIDE.
Diana Andringa escreve sobre o trauma provocado pela cobertura mediática de acontecimentos trágicos sobre as vítimas, o público e os próprios jornalistas. Jacinto Godinho analisa os laços entre jornalismo e cinema, através de uma abordagem tão rigorosa quanto profunda.
A “JJ” presta homenagem à memória de Carlos Veiga Pereira e José Queirós, evocados, respectivamente, por Paulo Martins e Joaquim Fidalgo.
A não perder uma selecção de fotos da Venezuela assinadas por Lucília Monteiro.
A presidente e a vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas escrevem sobre o papel do Estado na protecção da indústria jornalística.
Na crónica desta edição, Rui Pacheco expõe a sua visão sobre as linhas dominantes da reportagem, ontem e hoje.

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.