Home » Opinião

Comprar um jornalista não é possível, mas do aluguer podemos falar

2 de April de 2019


«Os almoços grátis nos melhores restaurantes, os automóveis emprestados indefinidamente e os créditos a juros inimagináveis para o resto dos mortais estavam na ordem do dia. Um ex-conselheiro do Banco Popular contou-me que a política da empresa era “manter contentes os jornalistas de economia” com hipotecas por debaixo do mercado para garantir uma cobertura simpática. O banco acabou indo a pique, depois de ter mantido durante décadas a imagem de ser o mais bem gerido do país.» (David Jimenez)
Ler mais…

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.