Home » Opinião

O conselheiro que necessita aconselhamento

5 de December de 2017


Os media portugueses estão a afundar-se há muito num pântano de auto descredibilização já várias vezes denunciado. O professor Nobre Correia, crítico insistente, voltou a chamar a atenção para o comportamento dos comentadores, a propósito da candidatura de Mário Centeno à presidência do Eurogrupo.
Entre todos, o conselheiro de Estado Marques Mendes distingue-se pelo modo tonto com que sempre abordou o assunto na sua banca televisiva e pela falta de respeito para com o ministro das Finanças. Que um conselheiro de Estado não dignifique as suas funções é um desses acidentes que podem acontecer, mas que ninguém aconselhe o enfatuado conselheiro é algo que escapa à compreensão de um ingénuo mortal. (JAG)

» Mário Centeno, o Eurogrupo e os “nossos” comentadeiros (J-M Nobre-Correia)
» O sorriso de parvo de Centeno (Ferreira Fernandes)
» O karma serve-se frio (Luis Vargas)

Imprima esta página Imprima esta página

Comente esta notícia.

Escreva o seu comentário, ou linque para a notícia do seu site. Pode também subscrever os comentários subscrever comentários via RSS.

Agradecemos que o seu comentário esteja em consonância com o tema. Os comentários serão filtrados, antes de serem aprovados, apenas para evitar problemas relacionados com SPAM.